NOV

18

 

Este Seminário é um evento científico comemorativo dos 20 anos do Programa de Investigação Epidemiológica em Violência Familiar (PIEVF-IMS/UERJ) que visa contribuir para a difusão e o fortalecimento da pesquisa científica na temática da violência, local e nacionalmente. As reflexões acerca deste importante problema de Saúde Pública visam agregar elementos tanto teóricos quanto empíricos, na perspectiva de apontar estratégias para o seu enfrentamento.

Partindo da premissa de que a produção do conhecimento científico é de extrema importância para o enfrentamento dessa questão, este Seminário pretende promover uma análise crítica desta produção, identificar lacunas e

desafios a serem enfrentados pelo grupo no que tange às pesquisas epidemiológicas sobre o tema e discutir como potencializar os impactos dos estudos na sociedade.

Espera-se que o diálogo com alunos, profissionais de saúde e pesquisadores que atuam na área possa integrar ainda mais as atividades do PIEVF às necessidades das instituições que atuam na prevenção das violências e da população em geral. A oportunidade de sintetizar este conhecimento alinhado à discussão crítica de especialistas na área oriundos de diferentes instituições nacionais fortalece a pesquisa em violência, bem como os grupos e instituições com este enfoque.

O Programa de Investigação Epidemiológica em Violência Familiar (PIEVF) é sediado no Instituto de Medicina Social (IMS), da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ). Desde a sua criação, em 1999, o PIEVF tem como objetivo abordar a violência interpessoal – principalmente a violência familiar – sob o ponto de vista da epidemiologia. Inicialmente, os projetos desenvolvidos no PIEVF estavam inseridos em seis vertentes: (1) avaliação da magnitude e caracterização da violência familiar em estudo populacionais; (2) análise da violência familiar no âmbito dos serviços de saúde; (3) estudo dos determinantes da violência familiar; (4) estudo envolvendo as consequências da violência familiar na saúde; (5) desenvolvimento, avaliação e adaptação transcultural de instrumentos de aferição relacionados à violência familiar e domínios afins; (6) desenvolvimento de programas computacionais e aplicação de métodos estatísticos e epidemiológicos especiais.

Entretanto, nos últimos anos, o PIEVF tem ampliado seu escopo, de modo a contemplar outras formas de violência interpessoal, tais como violência comunitária e bullying, e a abordagem da violência nos serviços de saúde, especialmente na Estratégia Saúde da Família, principal porta de entrada para o Sistema Único de Saúde. Todos os projetos de pesquisa envolvem alunos de graduação (Iniciação Científica), mestrado e doutorado do Instituto de Medicina Social da UERJ e de outras instituições parceiras. Tais iniciativas têm a finalidade de alimentar as ações relacionadas à violência contra mulheres, crianças, adolescentes e idosos, visando a sensibilização da opinião e órgãos públicos e a instrumentalização e apoio aos programas que visam ao seu enfrentamento. Além das atividades de pesquisa e ensino vinculadas ao PIEVF, seus integrantes também atuam em outros projetos próprios financiados por instituições brasileiras de fomento à pesquisa em parcerias com outras instituições de pesquisa e serviços de saúde.

Anna Tereza Miranda Soares de Moura

Professora Adjunta do Departamento de Pediatria da Faculdade de Ciências Médicas da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ) e Professora Titular do Curso de Medicina e do Programa de Pós-Graduação em Saúde da Família da Universidade Estácio de Sá (UNESA). Atualmente é Subsecretária de Pós-Graduação, Ensino e Pesquisa em Saúde na Secretaria de Estado de Saúde do Rio de Janeiro (SES-RJ).

Claudia Leite de Moraes

Professora Associada do Departamento de Epidemiologia do Instituto de Medicina Social da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (IMS/UERJ) e Professora Titular da Faculdade de Medicina e do Mestrado em Saúde da Família da Universidade Estácio de Sá (UNESA). Coordenadora do Programa de Investigação Epidemiológica em Violência Familiar (PIEVF). Atualmente ocupa o cargo de Coordenadora Adjunta dos Cursos Profissionais em Saúde Coletiva da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) no quadriênio 2018-2022.

Jeanne de Souza Lima

Professora da Faculdade de Serviço Social da Universidade Cândido Mendes. Atua como assistente social na Secretaria Municipal de Saúde do Rio de Janeiro (SES-RJ) desde 2002. Faz parte do Núcleo de Promoção da Solidariedade e Prevenção das Violências, SMSDC- RJ.

Maria Cecilia de Souza Minayo

Pesquisadora Titular da Fundação Oswaldo Cruz (FIOCRUZ). Coordenadora do Centro Latino-Americano de Estudos de Violência e Saúde Jorge Careli (CLAVES). Tem vários prêmios por seus méritos na área de saúde, dentre eles: a Medalha de Mérito da Saúde Oswaldo Cruz, conferida pelo Ministério da Saúde em 2009; o Prêmio de Direitos Humanos em 2014, conferido pela Presidência da República; e a menção honrosa de C&T do CNPQ.

Maria Fernanda Tourinho Peres

Professora Doutora do Departamento de Medicina Preventiva da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP) e Coordenadora de pesquisa do Núcleo de Estudos da Violência da USP.

Maria Helena Hasselmann

Professora Adjunta do Departamento de Nutrição Social da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ) e Coordenadora do Núcleo de Estudos em Epidemiologia Social da Nutrição Materno Infantil (NEESNUMI).

Michael Eduardo Reichenheim

Professor Associado do Instituto de Medicina Social da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (IMS/UERJ). Coordenador do Programa de Investigação Epidemiológica em Violência Familiar (PIEVF) e da Rede de Pesquisa para o Desenvolvimento de Instrumentos de Aferição e Aplicação a Modelos de Medida em Epidemiologia (Rede Aferição).

Simone Gonçalves Assis

Pesquisadora Titular do Departamento de Estudos sobre Violência e Saúde Jorge Careli (CLAVES), da Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz (FIOCRUZ).

Stella Regina Taquette

Professora Titular da Faculdade de Ciências Médicas da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ). Coordenadora Geral do Programa de Pós-graduação em Bioética, Ética Aplicada e Saúde Coletiva (PPGBIOS) e Professora Permanente do Programa de Pós-Graduação em Ciências Médicas (PGCM).

Viviane Manso Castello Branco

Professora de Medicina Social da Escola de Medicina Souza Marques. Membro do Comitê de Adolescência da SOPERJ e do GT Homens pela Primeira Infância/Paternidade da Rede Nacional Primeira Infância.

 
 
 
8:30 - 9:00

Credenciamento

9:00 - 9:30

Mesa de abertura

Coordenadora: Prof.ª Claudia Leite de Moraes (IMS/UERJ)

Expositores: Sub-Reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa (UERJ) e Direção do Instituto de Medicina Social (UERJ).

9:30 - 11:00

Palestra: Panorama PIEVF 20 anos

Expositores: Prof.ª Claudia Leite de Moraes (IMS/UERJ) e Prof. Michael Eduardo Reichenheim (IMS/UERJ).

11:00 - 12:00

Conferência: Estudos sobre violência e saúde: onde estamos e para onde vamos?

Expositores: Prof.ª Maria Cecilia Minayo (CLAVES/FIOCRUZ)

13:30 - 14:50

Mesa: Inovações na pesquisa epidemiológica em violência interpessoal

Coordenador: Prof. Michael Eduardo Reichenheim (IMS/UERJ)

Expositores: Prof.ª Simone Assis (CLAVES/FIOCRUZ), Prof.ª Maria Fernanda Peres (FMUSP), Prof.ª Claudia Leite de Moraes (IMS/UERJ), Prof.ª Maria Helena Hasselmann (INU/UERJ)

Debate: 14h50 -15h20

15:20 - 16:40

Mesa: Violência familiar/interpessoal: tecendo a rede entre a universidade e serviços de saúde no Estado do Rio de Janeiro

Coordenadora: Prof.ª Emanuele Souza Marques (IMS/UERJ)

Expositores: Prof.ª Stella Taquette (FCM/UERJ), Prof.ª Viviane Manso Castello Branco (Escola de Medicina Souza Marques e Rede Nacional Pela Primeira Infância), Prof.ª Anna Tereza Soares de Moura (Secretaria de Estado de Saúde do Rio de Janeiro), Prof.ª Jeanne de Souza Lima (Núcleo de Promoção da Solidariedade e Prevenção das Violências, SMSDC- RJ).

Debate: 16h40 -17h00

17:00

Encerramento/

Confraternização

 
arrow&v
arrow&v
 

Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ)

Instituto de Medicina Social (IMS)

Rua São Francisco Xavier, 524 – Maracanã

Bloco E, 6º andar  (Auditório IMS)

logo_pievf.png